Símbolos: La Chakana

 Acabo de voltar do Peru com muitas anotações. Estava me enrolando o dia inteiro para usar elas, decidindo um assunto sobre a cultura andina, porque são muitos séculos de história e segredos da região dos Andes, quando meu peito falou mais alto: a chakana que eu estou usando como escudo de proteção parece ter pedido para ser escrita.

Chakana_0

E o que é isso? Um símbolo que parece uma cruz diferentona, como esse acima. Para minha surpresa, bastou alguns cliques de pesquisa e descobri que entre hoje e amanhã, dias 02 e 03 de maio, as culturas andinas comemoram o Día de la Chakana, porque é a noite que nos Andes dá para ver a constelação que nós chamamos de Cruzeiro do Sul se alinhando na forma de uma cruz perfeita com os pontos cardinais, indicando tempo de colheita de maiz (milho).

Bem, eu não sou especialista em cultura andina, mas nas visitas que fiz aos sítios arqueológicos pude perceber a presença desse símbolo místico importante para os quéchuas. A palavra significa em quéchua (Jach’akh’ana) algo como “ponte para o alto”  e alguns autores dizem que tem aproximadamente 4 mil anos, remetendo à raízes pré-andinas.

Ela representa a visão cosmológica da vida que tinham essas culturas. Cada um dos lados aponta as quatro direções, as quatro estações do ano e as dualidades: homem e mulher, céu e terra, acima e abaixo, lua e sol. No centro, o círculo representa o vazio do universo. A partir dela, organizava-se o calendário, as festividades e as celebrações para Pacha Mama, a Mãe Terra, relacionando as estações do ano com as rezas de semeadura, colheita e plantio. É interessante perceber que as datas se organizavam no sentido anti-horário.

chakana

O formato também tem referência ao astro sol. No sítio arqueológico de Ollantaytambo, cidade onde se deu a última batalha dos quéchuas com os espanhóis, pude ver metade da chakana andina esculpida no Templo dedicado ao sol. No dia 21 de junho, quando o sol nascia ao lado da montanha do outro lado do templo, no mesmo lugar onde se pode ver a constelação das Pleiades, iluminava o templo e a chakana, marcando o início do ano andino, que era representado no começo desse símbolo.

A chakana é considerada símbolo de proteção, boa sorte e é usada para trabalhos espirituais. Eu ganhei uma de presente, feita da pedra de serpentina, cristal encontrado apenas nas montanhas de Machu Pichu e estou numa grande sintonia e amor com ela.

sites consultados:

El significado de la Chakana

Derechos de los pueblos indigenas

Pueblos Originarios

A Sacerdotisa (1)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s